sábado, 26 de fevereiro de 2011

Pedaços

Por estes dias, a data não vem ao caso, fui agraciado por uma amiga com um relato de sua vida até então. Várias histórias que aos poucos vão desenhando um história maior, como um grande rio e seus afluentes.
Nem todas são alegres...muitas tristes..dessas que vão aos poucos despedaçando a alma, dia após dia.
E eis que chega um momento em que soa aquele alarme que diz para você sair fora desse roteiro.
E parar, junto da melhor e da pior pessoa do mundo (você mesmo) para juntar esses pedacinhos que te compõe, se olhar no espelho e descobrir que você é de verdade.
Quase uma autopoiese....